Fundação Darcy Vargas marcando presença nas olimpíadas

No mês de maio, a Escola Fundação Darcy Vargas participou de diversas olímpiadas nacionais. Além de expor os alunos a diferentes formas de avaliação, essas provas permitem que a escola compare o desempenho de seus alunos com outras escolas.

Olimpíada de História
A primeira participação deu-se na Olímpiada Nacional de História. Os alunos foram aprovados na primeira etapa, porém, devido ao alto nível de competitividade, acabaram não se classificando para a terceira fase. O professor da disciplina, Marcello Carvalho, explica a dificuldade enfrentada pelos nossos alunos do 9º ano:

“Mesmo com o alto nível de conhecimento de nossos alunos, é importante destacar que eles estão competindo com estudantes do Ensino Médio. Logo, muitos conteúdos cobrados nessa olimpíada ainda não foram apresentados aos nossos alunos. Já é uma grande conquista eles terem sido aprovados na primeira etapa, pois comprova que eles estão dominando o conteúdo estudado em sala de aula”, explicou Marcello.
Ao todo nessa competição foram inscritos seis alunos do 9º ano, divididos em duas equipes.

Olimpíadas de ciências
Participamos também da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica. Essa prova tem apenas uma etapa, mas a abordagem das matérias é diferente das demais. Segundo André Mantovani, professor de ciências da instituição, além de divulgar astronomia, essa olimpíada explora a habilidade investigativa e interpretativa do aluno.

A matéria de ciências é uma das favoritas dos nossos alunos, pois eles adoram as aulas práticas no laboratório, onde vivenciam experimentos científicos.  Os alunos da FDV não poderiam ficar de fora dessa olimpíada!


Olimpíada de Matemática
Por fim, a temida matemática. Quem acompanha a FDV nas redes sociais pode ver que o professor Pietro Belloni tem ensinado de forma diferenciada um conteúdo que costuma ser difícil para os alunos. Toda semana é realizada ao menos uma atividade fora de sala, nas quais os alunos vencedores dos jogos são devidamente premiados. Com tanto estímulo, o aprendizado tem se tornado mais fácil e eficiente.

“Assim como todas as outras olimpíadas, a de matemática permite testar o conhecimento dos nossos estudantes, dá a eles uma noção de como é o formato de uma prova de concurso, além de terem a oportunidade de ganhar alguns prémios, caso saiam bem na avaliação”, explicou Pietro.

A Olimpíada Nacional de Matemática é um evento direcionado às escolas públicas e privadas. Teremos 25 alunos representando a FDV nessa Os dois melhores estudantes de todo o concurso, de cada nível, médio e fundamental, serão encaminhados para a segunda fase que ocorrerá em setembro. O objetivo é aprimorar as habilidades e o gosto pela matemática. Os alunos que se classificarem na Olimpíada Nacional poderá participar da Olimpíada Mundial de Matemática.

No Comments

Post a Comment